27 julho 2008

Eu e a Felicidade ♥

Li, Lii-Liiiiizii, as coisas lindas são mais lindas quando você está.
Nesta bela noite, as corujas malditas gritam lá fora da janela, a minha barriga ronca de fome, não está nem frio nem calor, a porta do guarda-roupas está aberta e o LimeWire está baixando Sweeney Todd. Ao som de Nando, só quero que você sorria e saiba o que eu sei: eu te amo.

Parte 1 ~ Prólogo
Fato - eu odeio aquele novo botão do orkut pra ver o perfil inteiro das pessoas. Eu gosto de ver o perfil inteiro sem ter que pedir. Hoje, como sempre, eu estava visitando o seu belíssimo perfil e ao apertar aquele botão idiota, notei que há algum tempo eu não via o seu perfil completo. Hipocrisia crônica, afinal completo é uma palavra que não nos falta.

E ver aquelas minhas palavras ali foi uma mistura de sentimentos estranhos que me fizeram abrir um sorriso enorme, de orelha a orelha, meio bobo, satisfeito. Coloquei-me a pensar.

Misturado às palavras que consegui guardar na minha memória fraca das inúmeras frases perfeitas que pensei nos momentos únicos em que temos a chance de nos abraçar (e que jamais disperdiçamos, diga-se de passagem), enfim, fazendo um belo mix de coisas inexplicáveis e em se tratando de mim, que adoro o impossível, tenho de tentar explicá-las, descrevê-las, expressá-las, nem que seja só um tanto.

Parte 2 ~ Coisas boas
Eu nunca tive medo. A distância entre sentir e dizer não existe nas minhas medidas. Mas desde que me foi atirado de maneira tão horrível esta característica como um defeito tremendo, eu tenho tentado não ser isto tudo. Não conscientemente, mas de vez em quando me parece que nada mais me afeta, como se o mundo tivesse se tornado completamente superficial ao meu ver. Nem preciso citar que isto não me agrada nem um pouco, você sabe, você me conhece. Talvez até melhor do que eu mesma.

Acontece que nesta cidadezinha aí, com você, as coisas nunca são assim. Você não tem medo, os seus abraços são sinceros e toda vez que eu seguro a sua mão mais firme é como se eu pudesse dizer tudo o que eu tanto sinto e ao mesmo tempo quase tocar o que eu sei que você também sente. De tão concreto, de tão certo, é sim, tocável. Eu sinto, eu sei.

Nossa amizade é uma combinação de fatores que eu nunca vi agual, nem sequer ouvi falar. Porque além das nossas conversas loucas, brigas e confissões, há o lado quase físico, quase psicológico - é um carinho imeeeeeeeeeeeeeeeeeenso que transborda do interior para os sentidos em forma de belos, intensos e constantes abraços e afins.

Eu sempre espero demais das pessoas e você é uma das poucas que ainda consegue superar expectativas - me surpreende, me encanta.

Nunca entendi bem esta história de pra sempre, vários dos meus se desfizeram sem me pedir licença e como já dizia a sábia Sandy: O que é imortal não morre no final, o que prova que o meu conceito de sempre é um pouco errado. O que eu sei, o que eu tenho certeza é que eu vou rezar e fazer de tudo pra que isto tudo seja pra sempre.

Parte 3 ~ Nem tão boas assim
Você já deve ter notado que eu gosto bastante de tomar partido, ficar em cima do muro me dá alergia, ataca a minha sinusite. Mas hoje eu vou contrariar as minhas próprias regras. Não vou dizer que se vocês voltarem a ser amigas eu vou abraçá-la e amá-la como se nada tivesse acontecido, porque eu não sou o tipo de pessoa que mente. Nem pra ela e muito menos pra você. Não, não quero que você vá atrás dela, não quero que diga, escreva ou telefone. Nós duas sabemos e o mundo todo sabe que isso não é amizade, mas mesmo assim é difícil de ver, eu sei.

Mas se ainda assim você quiser, se ainda assim você conseguir acreditar, faça. Faça o que você é tão boa em fazer - não tenha medo, Li.

Diga, escreva, grite, digite tudo e telefone. Seja ridícula. Todos vão dizer sobre o quanto você está sendo ridícula, inclusive eu, mas vá em frente, assuma a culpa, ofereça a outra face. O máximo que pode acontecer é você ficar igual ao Luxa naquela pior fase dele, sofrendo daquela mesma doença, mas tudo bem, eu gosto bastante do Luxa.

O caso é que você só vai entender tudo o que eu tento tanto dizer quando você sentir, quando forem suas próprias decepções. E no fim o pre
ço nem é tão grande pela lição aprendida.

Se a sua esperança for grande o bastante pra s
ofrer isso, não desista. Caso contrário, deixe tudo como está - as mudanças naturais são muito mais lentas do que as humanas, porém ocorrem com muito mais perfeição.

Segundas, terceiras, décimas chances são (na maioria das vezes) inúteis - as pessoas não costumam mudar, mas eu espero do fundo do meu coração que você tenha mais sorte do que eu nisto. Se você quiser ir em frente, a minha mão estará sempre estendida pra você. Você terá a minha alegria se der certo e terá o meu apoio se não der. Trate de medir bem esta sua esperança, mocinha.


Parte 4 ~ Epílogo
Independentemente dos meus conselhos serem úteis ou não, nem que eu enumere suas qualidades numa lista gigante, mesmo que eu esteja sempre com você, aconteça o que acontecer...
Ouça - eu não quero que você me agradeça por nada.



POR VOCÊ EU FARIA ISSO MIL VEZES.
(O caçador de pipas - Khaled Hosseini)

9 comentários:

disse...

porra, cá.
não precisa humilhar tb,.
husauhsauh

bom, lizi.. as coisas ditas e escritas por essa senhora aí dos textos são sempre muito sinceras e carregadas de tudo o que ela sente e sabe. por isso, escute-a e faça mesmo o que vc quer.

amo vocês.

Lizi disse...

Eu preciso dizer alguma coisa?
VOCÊ É A MELHOOOOOR!
E, eu vou fazer o que deve ser feito, ou melhor, não vou fazer nada, se é que vc me entende.
A natureza se encarrega de encaixar as coisas, como você mesma disse.
EU TE AMO MAIS QUE TUDO NESSA VIDA.
Obrigada por cada abraço seu, por tudo que vc disse e por me passar tudo o que vc sabe.
TE AMO BEM MAIS QUE O MUIIIIITO.

Eu vou te escutar, SEMPRE! ♥

mariana! disse...

desculpa (mesmo) interromper, eu acredito (mesmo) em amizades eternas, o que eu não acredito (mesmo) é que eu perdi o meu anel eternamente, e que ele está com essa menina que você dirigiu essas lindas palavras. (mesmo, só pra terminar)

(olha-como-eu-sou-idiota)

Lizi Straci disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lizi Straci disse...

Ah, eu também não sei lidar com isso!
[eu-sou-bem-idiota-também!]
HAHAHAHAHAHA.

Cá, vc é muito IDIIOOOTAA! UHAUHHUAHUA. e eu estou hiperativaa hojee!
[BEST BEST BEST BEST BEST³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³³] ³² ♥

Gabi :) disse...

Que lindo seu post!
lindo lindo lindo mil vezes lindo!
você escreve tão bem cá *-* me encantei com suas palavras.
bjs bjsss

Lizi Straci disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabi :) disse...

não sei como te achei, mas sei que teu blog tava aqui nos meus favoritos, daí fui ver .. e poxa, adorei seus textos :D é isso! hehe

bjks

Liizi :) disse...

você é linda.