03 maio 2007

Irreparável


Perdi meu pai há alguns anos, mas tenho que admitir que ele foi a melhor pessoa que eu conheci em toda a minha vida. Sempre calmo, honesto, fala mansa, risada franca. Aceitava a vida com uma sabedoria que só bem mais tarde (tarde demais) pude compreender.

No auge da minha adolescência, quando as garotas acham que são o centro do universo, arrumei um namorado e saíamos muito, o que deixava a minha mãe muito nervosa. Todas as vezes que eu chegava em casa era o mesmo sermão, minha mãe muito irritada gritava comigo.

Nesta época meu pai já estava doente e quase não se envolvia nestes problemas.

Certa noite, quando eu cheguei, minha mãe mais uma vez veio gritar comigo (que eu não poderia chegar àquela hora, que os meus amigos não prestavam, etc, etc...) e eu que já estava irritada, respondi duramente pra ela, fechei a cara e me fechei no meu quarto.

Foi quando notei que havia deixado a minha bolsa no quarto dela.

Fui até lá buscar e encontrei o meu pai já deitado, mas como eu estava brava, sequer lhe dirigi a palavra. Quando eu estava saindo, ele me chamou:

- Keily!

Me virei bruscamente e respondi:

- O que é que foi? Você também?!

E ele me respondeu mansamente:

- Deus lhe abençoe, minha filha!

Aquilo foi mais que um tapa, mais que uma lição, mais que uma demonstração do quanto ele era (e é) melhor que eu. Por mais que a minha mãe gritasse (hoje também entendo seus motivos), não conseguiria me atingir daquela maneira.

Em segundos, pude compreender que eu estava errada.

Era tão claro que eu não pude admitir.

Saí do quarto, sem dizer nada, pra me trancar no meu e chorar todo o meu arrependimento em paz.

Infelizmente, eu perdi a oportunidade de dizer ao meu pai o quanto eu o amava e como ele era importante pra mim. Talvez eu não tenha sabido como dizer...

Keily Regina Soares
(texto que a minha mãe fez pro meu avô)

8 comentários:

_cams; disse...

Eu tinha comentado, mas sumiu Oo' enfim. Eu morri com o texto. Caaara... sem comentários. Simplesmente babei.



Deixa eu fazer propaganda monga, deeeixa? 8D~ Come To Loserville when you can, okay? XD~ *crises*


Te amo, fofa!
E 'brigada por tudo! \o\

&#9986 lia disse...

é lindo.
sei lá, se eu achasse algo melhor para dizer... por enquanto eu digo que é lindo.
lindo.

te amo, cá.

.kááh~ disse...

*-*
Lindo³.
Um verdadeiro tapa bem dado na cara.
Sem mais.

beeeeijo foufa
:*

suh disse...

cams..
realmente..
texto mtu lindo..uma lição hein..

bjuss

Evandro disse...

mto lindo
=]

isabel disse...

no blog de uma menina que tinha o seu endereço naum me lembro mas sei que a ewncontrei pela capricho!!
ai, xeretando, vi o seu e gostei do que vc escreveu!
tem orkut?
brigado por passar la!!!

Larissa ou Lara; disse...

esse texto é o mais foda Cáa *-*

Maria disse...

Sua mãe é uma boa alma, Cá.