02 maio 2009

Fuck prop 8

Eu não consigo capturar as palavras pra dizer exatamente o que é porque quando eu estou com você, começo a falar rápido, e, antes que eu entenda, elas já estão todas lá. Confusas, estranhas, MEU DEUS! E é tudo tão simples quanto dizer tudo o que vem a cabeça, e tão complicado quanto falar as palavras na velocidade da luz. E é exatamente assim que eu me sinto ao tentar expor pra você o que eu estou sentindo agora - é simples e complicado, ao mesmo tempo.

Sabe? Eu tenho vários traumas. Porque eu não quis que as pessoas achassem que eu era o que eu não era. Fico sempre pensando: Eu já sou estranha o suficiente sem isso. Mas quando você chegou me dizendo nós não ligamos pro qu'eles dizem foi tão... profundo. Você me fez acreditar nisso e deixar de lado alguns dos meus medos. Porque, realmente, não importa. Você resgatou os meus ideais que eu estava abandonando. Nós sentamos no chão mesmo, e preferimos! E se eu quiser te abraçar no meio da rua, cantar Maria Rita, deitar na calçada de tanto rir, não importa. Porque é isso o que nós acreditamos. Tudo com um tom teatral, um pouco de arte. Nós acreditamos na intensidade, na vontade, acima de tudo. Nós acreditamos que podemos nos amar, com toda a intensidade possível e não nos importarmos com o que pareça. Acreditamos que podemos não ligar pra todo mundo, pro que eles acham. Porque nós sabermos é o bastante pra nós. Que se foda a mídia, o sistema, os preconceitos, as falsidades. Que se fodam, de verdade. Porque você está por aqui, e está sempre tudo bem, mesmo às quartas-feiras.

Espero que você saiba o quanto têm se tornado mais importante a cada dia, a cada feriado, a cada aula.
Amo você loucamente, baby ♥

3 comentários:

Pati :) disse...

Quando vi o título achei que era alguma coisa da Amanda e fiquei feliz, mas confesso que fiquei mais feliz depois de ler.
Eu sei e espero que você saiba também. ♥

Pati :) disse...

E não acho melhores palavras que as que você usou na mensagem: you are my person. :) Realmente é.

fer. disse...

ai, eu achei o texto lindo. E eu amo voce e a pati serem assim, tão amigas, tão ligadas, porque voces são tão fodas cara, que eu fico só no cliche de sempre. De sempre mesmo. O texto ta lindo, mas lindo mesmo é ver como voces são legais não só em textos soltos em blogs (: